Todas as hqs sobre The Witcher lançadas até agora & Novidade chegando no Brasil!

Junto do sucesso estrondoso do TW3, várias obras vieram acompanhadas juntas, inclusive as famigeradas histórias em quadrinhos, vulgas hqs. Sabia que The Witcher já ganhou diversas hqs? Veja agora!

De acordo com a TheWitcherWiki As primeiras hqs de The Witcher foram lançadas na Polônia de 1993 a 1995 e foram escritas Maciej Parowski e ilustradas por  Bogusław Polch. Foram lançados 6 volumes e em 2001 foram republicadas em um compilado dividido em 2 volumes (juntando em 3 volumes antigos cada um). Certamente quem tem alguns desses volumes não deve se desfazer jamais, já que se tornaram uma grande raridade.

Capa de um dos primeiros 6 volumes lançados sobre TW

Estas a seguir já tem a CDPR em ação, geralmente lançando estes materiais acompanhados dos jogos da franquia do The Witcher:

Em 2011, junto com o lançamento do The Witcher 2 Assassins of Kings, com roteiro de Michał Gałek, ilustrada por Arkadiusz Klimek e colorida por Łukasz Poller, dois curtos contos foram publicados. Os contos são: Reasons of State Matters of Conscience (standalone).

A editora americana que publica muito material do mercado independente, a Dark Horse (Publicou obras como Sin City e Hellboy), em 2014 começou uma nova série de quadrinhos, que foi escrita em sua maioria por Paul Tobin e ilustrada por Joe Querio. As graphic novels (histórias fechadas consistindo em um compilado de vários volumes) lançadas foram:

  • A casa de vidro (lançada aqui no Brasil);
  • Filhos da Raposa (lançada aqui no Brasil também);
  • Killing Monsters (não lançado no Brasil);
  • Curse of Crows (não chegou no Brasil também).

O primeiro volume (publicado em 2014), A casa de vidro, é uma história original, se passa perto do Caed Dhu, a Floresta Negra, na terra do Angren. Geralt encontra um viúvo cuja esposa voltou como um morto-vivo e reside em uma misteriosa mansão conhecida como a Casa do Vidro, uma misteriosa mansão cheia de horrores. O interessante é que além de aventura, esta hq tem um tom bem de terror. Apesar de aparecer só o Geralt como personagem familiar, este detalhe não tira o brilho da história, que é muito bem contada. A história se passa ali em paralelo aos eventos contados em The Witcher 3.
Foi escrita por Paul Tobin, com arte de Joe Querio e capas de Mike Mignola.

A segunda graphic novel é Os Filhos da Raposa (lançado em 2015). Na história, Geralt está à bordo de um navio chamado Profeta Lebioda, de renegados e criminosos, onde alguns passageiros são mais perigosos do que outros e um esconde um grande segredo. É importante ressaltar que esta história é baseada em um dos capítulos de Season of Storms (midquel do The Witcher), lançado por Andrzej Sapkowski.
Foi escrita por Paul Tobin, ilustrada por Joe Querio e colorida por Carlos Badilla.

The Witcher: Killing Monsters foi publicada em 2015 e estava disponível na pré-venda de The Witcher 3: Wild Hunt em algumas regiões. Mais tarde foi re-lançado em 2016 com a expansão Boold  and Wine.

A história se passa antes dos eventos exibidos no trailer cinematográfico Killing Monsters (um dos vídeos promocionais de TW3), e consequentemente, um pouco antes de TW3. Nos quadrinhos, Vesemir e Geralt estão à procura de Yennefer. Na pequena cidade de Vorune, ocupada por tropas de Nilfgaard, estão à procura de trabalho e pegaram um contrato de 40 Florens para matar um monstro que comeu um homem. Este é nada mais nada menos que um demônio. Mas a besta gigante não era o único assassino naquela região.
Escrita por Paul Tobin, a capa foi ilustrada por Joe Querio e a coloração foi concluída por Carlos Badilla, como com a maioria das outras partes desta série (composta por vários volumes, ao padrão Graphic Novel). Anteriormente, a arte dos outros volumes desta série foi desenhada por Max Bertolini.

Além de Geralt, temos Vesemir como personagem familiar na história.
Infelizmente esta história não chegou no Brasil.

Sendo a última história lançada pela Dark Horse sobre The Witcher, em 2016, em Curse of Crows, Geralt e Ciri ficam envolvidos em uma história de vingança quando um inimigo antigo cria um monstro para matá-los. O que parece ser uma simples missão de resgate rapidamente se torna mais complexo e perigoso com o envolvimento de strigas.
Foi escrita por Paul Tobin, Borys Pugacz-Muraszkiewicz, Karolina Stachyra e Travis Currit, ilustrada por Piotr Kowalski.

Só a capa já apresenta, além de Geralt, personagens muito importantes como Ciri e Yennefer.

Em 2016, a CD Projekt RED iniciou uma mini série de quadrinhos de humor em seu site no Facebook, escrito pela equipe da CDPR e desenhada pela Polapaz-IsisT. As 4 hqs são:  Skellige’s Most Wanted, Uncivil War, Roach Revealed e Where is Iorveth?

Imagen de “Where is Iorveth?”

 

Imagem de “Uncivil War”

Romances ilustrados estavam sendo planejados sobre The Witcher também, e seriam escritas por Maciej Parowski e ilustrada originalmente por Przemysław Truściński (que também criou artes conceituais para jogos do The Witcher) e, mais tarde, por Marek Oleksicki. Esta série foi aparentemente cancelada.

Em meio a tanto material legal sobre The Witcher em forma de hqs, o Brasil recebeu dois volumes da série de hqs da Dark Horse: A Casa de Vidro e Os Filhos da Raposa. E olhem a novidade em primeira mão: A Editora Pixel, responsável por trazer The Witcher no Brasil, disse ao Vale do Pontar que trará o volume Curse of Crows da coleção da Dark Horse para o Brasil, ainda no primeiro semestre de 2018!

Se você curte quadrinhos e não leu ainda as Graphic Novels da Dark Horse do The Witcher, leia porque é muito bom. É uma abordagem diferente da série The Witcher e vale à pena dar uma conferida. Curtiram esse tipo de conteúdo aqui no site? Comentem!