A ORIGEM DAS CARTAS DO GWENT – EPISÓDIO #6 – IHUARRAQUAX

 

Ao fugir dos conflitos da Ilha de Thanedd pelo portal da Torre da Gaivota, Ciri cai no escaldante deserto de Korath, também conhecido como “A Frigideira”, e passa dias sem água ou comida, lutando para sobreviver, situação relatada no livro Tempo de Desprezo, de Andrzej Sapkowski, segundo no estilo romance e quarto livro de toda a saga The Witcher.
Depois de longas caminhadas embaixo de muito sol, acaba desmaiando no meio do deserto e é despertada pela presença do que lhe parece ser um potro.
Atordoada pelo cansaço, calor e fome, Ciri não consegue enxergar direito o animal de imediato, e mas depois ele se vira pra ela, identifica que tem diante de si um pequeno unicórnio branco. Ela o apelida de cavalinho e encontra nele sua única esperança de sobreviver no deserto cruel.
Ele a acompanha e ajuda na busca por precárias fontes de água e comida, mas durante a caminhada, eles se deparam com um campo de criaturas que se escondem embaixo da areia e os atacam. Com muito esforço, Ciri consegue fugir juntamente com o “cavalinho” , mas ele fica ferido e o veneno da criatura faz com que ele sucumba rapidamente aos ferimentos.
Desesperada para salvar o companheiro, Ciri utiliza a magia do Fogo, a qual fora expressamente proibida de utilizar por sua tutora, Yennefer. Ela consegue salvar o unicórnio mas as chamas começam a se comunicar com ela, e no meio de grande frenesi, Ciri ouve vozes que a atormentam a fazem renunciar à sua magia, e seu delírio termina em uma discussão que revela que o nome de seu companheiro salvo é Ihuarraquax, e que seus semelhantes decidem deixá-la entregue a seu destino.
“Deve-se privar a Criatura de sua existência. Não se pode permitir que ela exista. A Criatura é perigosa.
Confirmação.
Negação. A Criatura não convocou a Força para si mesma. Ela o fez para salvar Ihuarraquax. A Criatura é capaz de se compadecer. É graças à Criatura que Ihuarraquax está de volta entre nós.
Mas a Criatura tem a Força. Se quiser fazer uso dela…
Ela não poderá fazer uso dela. Nunca. Ela a renunciou. Ela renunciou a Força. Completamente. A Força foi embora. Isso é muito estranho…
Nunca compreenderemos as Criaturas.
E não precisamos compreendê-las! Privemos a existência à Criatura. Antes que seja tarde demais.
Confirmação.
Negação. Vamos embora daqui. Deixemos a Criatura. Deixemo-la a seu destino.
Depois de muito tempo sem que Ihuarraquax seja mencionado, ele aparece em “A Senhora do Lago”, quando Ciri está presa em uma outra dimensão, em um mundo dominado por elfos, e ele a auxilia em sua fuga. E por fim, ele ajuda Ciri a recuperar seus poderes e trazer Geralt e Yennefer de volta a vida após o pogrom de Rívia.

Curiosidade: Unicórnios no mundo The Witcher são conhecidos por se aproximarem exclusivamente de mulheres virgens e são seres considerados extintos, tendo inclusive pouca informação sobre eles na literatura.

Fonte: Andrzej Sapkowski – Tempo de Desprezo
http://witcher.wikia.com
https://community.goodgamestudios.com/empire/de